Macaé Evaristo: Uma força negra na cena pública

R$50,00

O livro apresenta uma “biografia analítica” de Macaé Evaristo, uma das principais pensadoras e gestoras públicas da educação brasileira. Mais do que uma narrativa bibliográfica tradicional, o livro apresenta, a partir de uma narrativa em primeira pessoa secundada pelas vozes de importantes pensadores/as e ativistas do Brasil, como esta fundamental liderança negra mineira foi se constituindo como pessoa, como gestora e como ativista social desde seu nascimento em São Gonçalo do Pará, seu estabelecimento em Belo Horizonte e seu trabalho sócio-político-educacional em todo o país.

273 em estoque

Categoria:

Descrição

O livro apresenta uma “biografia analítica” de Macaé Evaristo, uma das principais pensadoras e gestoras públicas da educação brasileira. Mais do que uma narrativa bibliográfica tradicional, o livro apresenta, a partir de uma narrativa em primeira pessoa secundada pelas vozes de importantes pensadores/as e ativistas do Brasil, como esta fundamental liderança negra mineira foi se constituindo como pessoa, como gestora e como ativista social desde seu nascimento em São Gonçalo do Pará, seu estabelecimento em Belo Horizonte e seu trabalho sócio-político-educacional em todo o país.

Como é sabido, ocupa destaque quase absoluto na memória institucional brasileira as experiências de ação política efetivadas por pessoas brancas e oriundas dos setores dominantes ou médios. Sucessivos trabalhos narraram essas trajetórias e proposições. Do mesmo modo que os/as personagens escolhidas, os perfis dos sujeitos responsáveis por essas obras nos mostram uma simetria entre as forças dominantes brasileiras e aquelas que lhe fizeram oposição, quais sejam: majoritariamente pessoas brancas, com poder econômico, em sua maioria do sexo masculino e heteronormativas. A razão fundamental, talvez, é que a redemocratização brasileira é um processo ainda em curso, e são profundos os seus limites, já que não mexeu, de forma profunda, com os arranjos de poder, as expressões conservadoras que limitam os direitos individuais, as estruturas econômicas e, tampouco, as políticas que sustentam a desigualdade.

Logo, cabe superar a lacuna que é a falta de visibilidade das trajetórias de um imenso e plural conjunto de pessoas não brancas que atuaram e atuam para constituir a democracia nesse país tão desigual. A biografia analítica de Macaé Evaristo, portanto, é uma contribuição no preenchimento da lacuna assinalada. Ela tem como eixo a descrição e a análise da caminhada sociopolítica de uma mulher que pode ser definida a partir de cinco elementos básicos: origem numa pequena cidade do interior de Minas Gerais, negra, mãe, ativista e gestora pública da educação. Ela se constituiu nesses lugares a partir de uma visão radicalmente engajada, com consciência de origem/classe, cor e gênero. Essa crença e sua forma de agir a transformam num ser social que vai para além de si mesma, que deve ser celebrada, saudada e cada vez mais visibilizada para as atuais gerações e as seguintes. Assim como outras grandes personagens sociais e culturais das periferias de nossas cidades brasileiras.

Informação adicional

Peso 0.358 g
Dimensões 23 × 15.5 × 2 cm
Autores

Jailson de Souza e Silva
Eliana Sousa Silva

Edição

2020